Buquê comemora 9 anos de Margaridas

Buquê
Buquê

Margaridas Dança apresenta “BUQUÊ” – comemoração dos 9 anos da companhia
espetáculo de dança inspirado no livro homônimo de Laura Virgínia
De 28 a 31 de março
De quinta a sábado às 19h
Domingo às 18h
Ingresso: 20 reais (inteira) e 10 reais (meia-entrada)
Local: Teatro FUNARTE Plínio Marcos
Endereço: Eixo Monumental, Setor de Divulgação Cultural
(entre a Torre de TV e o Centro de Convenções), Brasília/DF
http://www.margaridasdanca.wordpress.com
margaridasdance@gmail.com

Margaridas Dança estreou em outubro de 2012, o espetáculo Buquê, inspirado em livro homônimo da sua coreógrafa, Laura Virgínia que volta com temporada de 28 a 31 de março comemorando 9 anos da companhia.

Como característica do grupo usar tanto da obra literária quanto da biografia como inspiração na criação dos espetáculos, em Buquê não é diferente.

A própria diretora se atualiza em cena numa retrospectiva autobiográfica utilizando estéticas presentes na sua carreira: balé clássico, moderno, contemporâneo e até o jazz. A mistura divertida desses elementos foi elaborada afim de criar uma estética própria – uma dança kitsch.

Em Buquê, o público se depara com quatro momentos trazidos originalmente do livro para o palco. São aromas poéticos representados no espetáculo por estados energéticos distintos: fúria, prazer, leveza, alegria, paixão e amor. Cores, poemas, música, coreografia, figurinos, transmitem emoções mescladas com a palavra propriamente dita.

A ideia do espetáculo surgiu em comemorar os 20 de carreira da coreógrafa Laura Virgínia, num espetáculo onde mostrasse essa característica multimídia inquieta e apaixonada da diretora.

O espetáculo Buquê obteve patrocínio do FAC, fundo de apoio à cultura da secretaria de cultura do DF, apoiado pelo CDPDAN, coletivo de documentação e pesquisa em Dança Eros Volúsia Ida/CEN/UnB, e foi agraciado com o prêmio FUNARTE Klauss Vianna para Circulação do espetáculo em: Belém, Recife, João Pessoa, Goiânia e Rio de Janeiro.

O espetáculo estreou com uma temporada de 12 apresentações circulando em 3 teatros diferentes de cidades do DF: SESC Ceilândia, teatro Newton Rossi, SESC Taguatinga Complexo Cultural Paulo Autran e no Espaço Cultural Mosaico, na asa norte Plano Piloto. Em Ceilândia e Taguatinga foram 4 sessões gratuitas (tarde e noite) em dois dias de apresentação, à tarde eram sessões para escola que contatadas antecipadamente com o corpo docente de professores de literatura e artes prepararam os alunos para apreciação artística, eram jovens e adultos (EJA), ao todo foram 800 alunos. Na entrada, as pessoas receberam um exemplar do livro Buquê, lançado em 2006. Uma maneira de aprofundar ainda mais essa conexão entre linguagens que o Margaridas Dança propõe. Mais de 1000 pessoas apreciaram o espetáculo e na sua maioria saíram bem satisfeitas, recomendando para outras pessoas.

Buquê tem essa qualidade de atrair as pessoas, com os poemas recitados em movimento, traz uma satisfação de envolvimento e intimidade com a palavra que diverte, faz refletir e sensibiliza quem participa do encontro poético.

Em fevereiro de 2012, Buquê, participou do Festiarte, 1º Festival Internacional de Artes de Brasília, apresentando com casa lotada na sala Martins Penna do TNCS. Em, julho desse mesmo ano, Buquê fez uma brilhante temporada no teatro Arraial em Recife .

Sobre Margaridas Dança
2 de abril de 2004 no Curto Circuito de Poesia em Brasília, DF, Brasil nasceu Margaridas Dança. Seu plano de trabalho é: pesquisar, produzir e divulgar criações desenvolvidas a partir da transdisciplinaridade da dança, literatura, música, videodança e performance. Esse pensamento e experiência integradores desenvolvidos por sua diretora-residente, Laura Virginia, possibilitaram a realização de suas produções mostrando-as em palcos, espaços públicos, festivais, mostras e projetos artísticos de Brasília e seu Entorno, Bahia, Campo Grande, Palmas, Recife, João Pessoa, São Paulo, Fortaleza.
Blog do Margaridas Dança: http://www.margaridasdanca.wordpress.com

Sobre Laura Virgínia
é artista de dança há vinte anos com uma vasta produção multimídia. É mestre em Artes pela UnB, Universidade de Brasília. É coreógrafa residente do Margaridas Dança desde 2004, assinando os trabalhos, inspirados em obras literárias, realizados pela companhia, utilizando sua pesquisa corporal Ações da Fala – dançarfalando: “Perto do Coração Selvagem” (2004), “Campo de Flores” (2005), ‘Tu não te moves de ti” (2006), “Rainha”(2007), “Samambaia” (2008)e “Buquê”(2010). Três videodanças: “Retina” (2009); “Abs 8 – S3 – x0, eixo monumental dos prazeres, saída sorte ” (2011)e o terceiro videodança da série “Pequenas Criaturas” (2011). É pesquisadora no CDPDan – Coletivo de Documentação e Pesquisa em Dança Eros Volúsia CEN/UnB.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s